• w-facebook
  • Instagram
Padre Tabaquito

Crédito Foto: Maryan Georgiev

 
Oferta sagrada à montanhas brumosas

O Tabaco é considerado como uma das plantas psicoactivas mais poderosas do planeta. É usado há pelo menos dois mil anos por diferentes povos indígenas para purificar o corpo, sob a forma de sumo ou folhas mastigadas. Foram os navegadores que o trouxeram da América para a Europa. Pensa-se que a planta é originária do Altiplano Andino, a região dos Andes, onde ainda é usado como oferenda à Pachamama. Os rios e montanhas são frequentemente considerados como lugares sagrados, porque o nevoeiro ou brumas evocam a imagem de um Xamã soprando o fumo poderoso de um cachimbo de mapacho…

O Mapacho (família botânica das Solanaceae) é a designação para o cigarro usado durante os rituais para purificar com fumo. No entanto, o tabaqueiro, aquele que usa o Tabaco, familiarizou-se com a planta bebendo o sue rumo, uma infusão de Tabaco em água quente, seguindo uma série de restrições durante um certo período, chamado Dieta.

As folhas secas são enroladas em Maços e maceradas na aguardente de cana (trago), para a sua conservação. Depois cortam-se fatias do maço para obter o Tabaco que será enrolado em cigarros, ou fervido para preparar uma bebida desintoxicante.

Um bálsamo para os seus pensamentos, como funciona

O mapacho é uma energia puramente masculina que nos traz ao aqui e agora. Enquanto a Ayahuasca é feminina e traz a intuição e informação, abrindo o campo energético, o Tabaco ajuda a estruturar e organizar o trabalho de todas as outras Plantas Maestras. Quando se borrifa sumo de Tabaco nas plantas de casa, os parasitas desaparecem e as plantas podem absorver os nutrientes mais úteis ao seu crescimento. O Tabaco funciona de forma semelhante para nós.

Oferece múltiplos benefícios quando é usado num contexto ritualizado por um Xamã experiente.

Quando é utilizado como purga, o Tabaco é ingerido sob a forma de sumo, num ritual. É uma planta sensível e deve ser activado por curandeiros que o dietaram e podem dirigir esta forte energia. Os pacientes não podem participar no ritual em caso de problemas cardíacos, operações cerebrais, com tensão arterial muito baixa ou durante a menstruação. A nicotina provoca um efeito de taquicárdia e palpitações, que passa depois da purga vomitiva.

Em geral, o ritual permite uma purificação do corpo, aumenta a capacidade pulmonar, equilibra a tensão arterial, o ritmo cardíaco e os níveis de oxigeneo, reduz o stress e promove a tranquilidade, diminui as tendências de auto-destruição e prepara o corpo para uma sessão de Ayahuasca. 

Na tradição xamânica do Alto Amazonas, o corpo é considerado como um todo, um corpo físico, psico-emocional e espiritual. Todas as medicinas ancestrais activadas por um ritual possuem uma acção nestes três níveis. Uma Planta Maestra é uma planta que ensina, ou seja ensina-nos sobre nós e possui um espírito individual forte, uma espécie de espírito superior que preside à família botânica, e que os indígenas chamam “Madre” (mãe). O Tabaco é chamado “Padre Tabaquito” como pai das plantas, da mesma forma que a Ayahuasca é chamada Madre.

Enquanto Planta Maestra, provavelmente uma das mais importantes do reino vegetal, o Tabaco possui os quatro elementos, (terra, água, fogo e água), como a Ayahuasca. Limpa por isso, a estes quatro níveis:
 

  • o excesso de informação, numa sociedade onde somos submergidos por informações inúteis

  • a confusão mental

  • diferentes bloqueios a nível físico, como os efeitos secundários e tóxicos de alguns medicamentos, da poluição das ondas electro-magnéticas (como o Wi-Fi), ou de uma má alimentação 

  • diferentes bloqueios psicológicos, quando sentimos dificuldade em tomar decisões e saber o que vem de nós e aquilo que transportamos simplesmente da sociedade, dos pais, psicologicamente. Limpa as mentiras, as que fazemos a nós próprios e aos outros, os erros e fracassos.

  • diferentes estados de alma, literalmente. As coisas que transportamos dos nossos antepassados, traumas, violências e sofrimentos transmitidos por gerações antes de nós. 

O tabaco traz clareza, força, força de vontade e rectidão nas acções. Enquanto planta masculina, de fogo e poder, o sumo de tabaco fomenta uma estrutura. Permite enraizar-nos, em vez de estarmos desligados e fora da realidade. A estrutura fornecida permite organizar a informação. Trabalha intimamente com a Madre, como uma árvore sustenta a liana, como um quadro de referência em que a intuição pode organizar-se. Para que serviria a informação em geral se não pudéssemos estruturá-la? O tabaco fornece esse quadro.  

O tabaco é benéfico para homens e mulheres, limpa ilusões, fantasias e uma tendência para fugir da realidade. Permite uma verdadeira encarnação, ou seja habitar plenamente o nosso corpo físico, psíquico e espiritual, a nossa herança transgeracional e a nossa linhagem.   

Reforça todo e qualquer processo psicoterapêutico. Os homens sentem-se mais masculinos, fortes e enraizados, e as mulheres recuperam a sua sensibilidade, reduzem a ansiedade, a raiva e os sentimentos de agressividade. Um dos efeitos notórios é a capacidade de discernimento e uma reconexão com o mundo dos sonhos - o tabaco aumenta a actividade onírica num estado de maior lucidez, permitindo lembrar-se dos sonhos e percebê-los - recuperando ao mesmo tempo informação sobre si próprio que julgava completamente esquecida.

Veneno ou medicina

Quando se realiza a purga de tabaco regularmente, possui um efeito cumulativo, ou seja o tabaco limpa mais profundamente em cada purga, atravessando camadas sucessivas. 

O tabaco é a planta medicinal mais forte da Amazónia... quando é bebido. É um veneno quando é fumado. Devemos conectar-nos com as plantas maestras na forma líquida e de forma ritual, com uma dieta. Quando transformamos as plantas em fonte de entretenimento - passando directamente para o elemento ar, sem a ligação pela água, o percurso universal tal como está previsto nas leis espirituais - para fumá-las, estas tornam-se nocivas. O sumo de tabaco é uma das formas mais eficazes de tratar diferentes adições (videojogos, pornografia, alimentação, alcool, etc.), enquanto fumar cigarros cria uma adição ou vício.

É importante não esquecer que todas as grandes tradições espirituais preconizam um trabalho no corpo - visto de forma holistica, físico, psicológico e espiritual - antes do despertar ou da iluminação. Todos os profetas, santos e grandes xamãs passaram por períodos de isolamento, jejum, purga, cura, banhos de plantas e rituais de sudação e limpeza antes de cumprirem o seu destino. O espírito do tabaco não exige nenhuma religião específica. Apoia uma busca espiritual, ajuda a atingir níveis de consciência mais elevados e abre por vezes uma capacidade mediúnica.

Recomendações 

Antes da purga de tabaco, tome um pequeno-almoço/almoço leve - queremos vomitar mais do que uma simples refeição.


Poderá comer oito horas depois da purga (na manhã seguinte).
 
Nada de alcool, açúcar, bolos (frutos sim), nem carnes vermelhas, carne de porco, charcutaria, especiarias ou condimentos fortes. 


Evite cigarros e sobretudo cannabis ou haschich. Nem sauna nem desporto. Descanso e integração! 

 

Nada de actividade sexual na noite que segue o ritual.


Link de uma conferência do  Dr. Jacques Mabit sobre o tabaco (espanhol), do centro Takiwasi: https://www.youtube.com/watch?v=0uzANSxlepM&app=desktop